Narrado por Yang Chengfu

 

Traditional Yang Style Tai Chi Chuan
A Talk on Practice by Yang Chengfu


Narrado por Yang Cheng-Fu - Fonte: Internet 1998.

Existem muitas escolas de WU SHU ( Artes Marciais) Chinesas todas com habilidades técnicas baseadas na Filosofia. Desde tempos antigos, muitas pessoas devotaram sua vida e energia para prover a natureza e a essência do wushu e obter maestria em suas habilidades, mas muito poucos conseguiram atingir o seu objetivo. Entretanto, um aprendiz pode melhorar suas habilidades se for persistente na sua prática e com certeza algum dia vai se tornar um experto.

Como diz a tradição: “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.”
O Tai Chi Chuan é parte de uma rica herança cultural Chinesa. É uma arte na qual movimentos vagarosos e suaves são encorporados com vigor e força. Como um dito Chinês adverte: “Uma agulha oculta no algodão”. Suas qualidades técnicas, fisiológicas e mecânicas, todas tem uma base filosófica. Para os estudantes a guia de um bom professor e discussões sobre as técnicas e habilidades com amigos, são necessárias, mas a coisa mais importante é a persistência e a prática incansável. Inclusive, não há nada que se equipare à prática, e os aprendizes do Tai Chi Chuan, homens e mulheres, jovens e idosos, irão tirar o melhor proveito se mantiverem esta prática durante todo o ano.

Atualmente o número de pessoas estudando o Tai Chi Chuan nas várias partes da China, tem aumentado e isto é indicação do desenvolvimento do wushu. Muitos aprendizes são conscientes e persistentes no treino o que os capacita a atingir altos níveis de resultados. Mas deve se salientar duas tendências erradas das quais os iniciantes devem se prevenir. A primeira é que algumas pessoas que são jovens e talentosas adquirem uma compreensão mais rápida do que a maioria e tornam-se complacentes, abandonando a prática no meio do caminho. Estas pessoas nunca terão grande sucesso.

 A segunda tendência errada é que alguns aprendizes são muito ansiosos para conseguir sucesso instantâneo. Eles querem aprender tudo em pouco tempo, desde o boxe das sombras até as formas com espada e sabre, et. Eles conseguem apreender superficialmente um pouco de cada uma destas práticas, mas não são capazes de compreender a essência e os seus movimentos e posturas estão cheios de defeitos aos olhos de um experto. É muito difícil corrigir seus movimentos porque uma completa revisão é necessária e freqüentemente eles conseguem corrigir seus movimentos de manhã, mas à noite já voltaram a cometer os mesmos erros. E como dizem os Clássicos: “Aprender Tai Chi Chuan é fácil, mas corrigir um estilo errado é muito difícil.”. Em outras palavras, quanto maior a pressa, menor a velocidade. E se estas pessoa passam os seus erros para os outros, elas vão estar causando grande prejuízo aos seus aprendizes.

No aprendizado do Tai Chi Chuan deve-se primeiro começar com a Forma, aprendendo de acordo com as rotinas e seguir os movimentos do professor de forma muito consciente e cuidadosa e manter cada ação em sua mente. Ao mesmo tempo deve prestar atenção ao NEI = interno; WAI = externo; SHANG = acima e XIA = abaixo.

NEI = INTERNO significa usar a mente ao invés da força.

WAI = EXTERNO significa o relaxamento dos membros, ombros e cotovelos, realizando os movimentos desde os pés para as pernas, para a cintura, de forma suave e contínua.

SHANG = ACIMA significa manter a cabeça sempre erguida, alta.

XIA = ABAIXO significa submergir a respiração no baixo ventre.

Para um principiante o mais importante é lembrar-se destes pontos, apreender sua essência e praticar cada movimento corretamente vezes e vezes, nunca procurando sucesso instantâneo. É aconselhável fazer progressos vagarosos e estáveis e isto vai levar bastante tempo. Na prática do Tai Chi Chuan é necessário manter as juntas do corpo relaxadas de forma que os movimentos sejam naturais e não sejam restritos. Não prenda a respiração (o que levará você a soprar e bufar) e não use força rígida para mover os braços, pernas, cintura e corpo, mas tente fazer os seus movimentos suaves e contínuos. Estes dois pontos são bem conhecidos entre os expertos em wushu, mas muitos praticantes tem dificuldade em coloca-los em prática.

Os aprendizes devem manter na mente os seguintes pontos:

        1 - Manter a cabeça ereta e não inclina-la para frente ou para trás. Como se diz: “É como se algo estivesse em sua cabeça e você deve tomar cuidado para que esse objeto não caia.” Mas não se deve manter a cabeça erguida de forma rígida. Os olhos devem olhar adiante, seguindo os movimentos dos membros e do corpo. Apesar dos olhos observarem o vazio, eles são um componente importantíssimo nos movimentos do corpo como um todo. Sua boca deve permanecer maio aberta e meio fechada, com o nariz inspirando e a boca expirando naturalmente. Se saliva é produzida, deve-se engolir.

        2 - Mantenha o torso ereto e a coluna e o osso sacro vertical. Quando se mover sempre mantenha o peito suavemente para dentro e as costas arredondadas. Os principiantes devem manter estes pontos em sua mente pois de outra forma seus movimentos se tornarão meras formalidades com aparência estúpida e eles não serão capazes de fazer muito progresso, não importa quantos anos pratiquem.

        3 - Relaxe as juntas dos dois braços, deixando os ombros para baixo e os cotovelos se curvam naturalmente; as palmas devem estar estendidas naturalmente e os dedos levemente abaulados. Movimente os braços com consciência e envie Chi (energia vital) para os dedos. Lembre-se destes pontos chaves e com certeza atingirá sucesso.

        4 - Tome nota das diferenças de distribuição de peso nas pernas que se movem tão suavemente como um gato. Quando um pé está plantado firmemente no chão, o outro está na forma vazia. Quando você muda o peso para a perna esquerda por exemplo, então o pé esquerdo estará firme no chão enquanto o direito estará vazio, sem peso e vice-versa. Apesar do pé estar numa forma vazia (sem peso), ele está sempre pronto para se mover. Quando o pé está firme no chão, não significa que você deve exercer muita força com aquela perna, se fizer isto, seu corpo vai inclinar em demasia para frente e você vai perder o equilíbrio.

        5 - A ação dos pés é dividida em chutar para cima e chutar para baixo. Quando você chuta para cima, preste atenção nos dedos dos pés, quando chuta para baixo, preste atenção na sola; a atenção da ação será seguida pela energia vital e a energia vital será seguida pela força. Quando você faz tudo isso, deve relaxar as juntas e evitar a rigidez. Na prática do Tai Chi Chuan deve-se primeiro obter maestria na “forma” como foi mencionado acima (forma de mãos nuas), então pode-se preceder no aprendizado do Tue Shou com uma mão, empurrar de um lado, empurrar com movimento de pés e luta de mãos livres e depois de um período, pode-se exercitar-se com as armas tais como Espada Tai Chi, Tai Chi Sabre e Tai Chi de Lança.

Os aprendizes devem praticar regularmente todas as manhãs e antes de ir dormi r. É preferível praticar sete ou oito vezes durante o dia; se não houver tempo, pelo menos uma prática de manhã e uma à noite deve ser realizada. Não pratique imediatamente às refeições ou após beber. O melhor lugar para as práticas são parques onde o ar é fresco e o ambiente saudável. Não pratique em dias de vento ou em lugares sujos porque quando se exercita, deve-se respirar profundamente e a sujeira pode ser prejudicial aos pulmões. É aconselhável usar roupas confortáveis e sapatos de tecido ou borracha. Quando você transpirar, não tire suas roupas, nem esfregue toalhas úmidas, pois com certeza você vai se resfriar e ficar doente.